facebook1  instagram-logo1

Newsletter

Notícias e Comunicados

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

No sábado dia 12 de dezembro pelas 20h no restaurante Solar dos Bicos (ao lado da Casa dos Bicos) em Lisboa, vai realizar-se um jantar de abertura da comemoração dos 40 anos da UMAR.O preço por pessoa é de 15 euros (preço ...

nao assedio


livro-reclamacoes-170x70-1
SÁB, 23 MAR, 15h00 no CCIF/UMAR // Encontro com Trabalhadoras Domésticas e de Limpeza

54211637 10156669124849760 6728251859015827456 n 1


No próximo Sábado, 23 de Março às 15h, a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta organiza no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) em Lisboa, mais uma sessão do ciclo "Múltiplas Discriminações II" dedicada à problemática das trabalhadoras domésticas e da limpeza.
Contará com a participação do investigador Manuel Abrantes e destas profissionais, como Esmeralda Mateus, Margarida Coelho e Cláudia Canto, autora brasileira do livro "Morte às Vassouras", que intervirá por skype. Entrada livre.

Uma iniciativa do projecto da UMAR "Memória e Feminismos: Múltiplas Discriminações II" com o apoio da pequena subvenção da CIG – Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género.

 
Nota de Repúdio
A UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta sinaliza e denuncia os conteúdos sexistas e misóginos que recentemente assaltam a paisagem mediática e as práticas sociais de consumo de publicidade e dos programas de entretenimento televisivo.

Seguindo a ordem cronológica dos acontecimentos aqui denunciados, atente-se em primeiro lugar à publicidade da «Kapten» (empresa de serviços de motorista privado) que escolheu o passado dia 14 de fevereiro (Dia das/os Namoradas/os) para lançar mais uma imagem da sua campanha publicitária – A campanha designa-se “Pelo menos foste de Kapten” (frase que constitui o slogan da marca), que nestes moldes alude às ocasiões em que não tomámos as melhores decisões.
Ler mais »»
 
Anna Costanza Baldry 1970-2019
bounds umar 1

Ativista feminista incansável, investigadora singular, cidadã europeia e uma grande mulher: perdemos um ser humano notável e uma grande colega. Anna Costanza Baldry faleceu no dia 9 de março de 2019 em Roma (Itália). Nasceu em Londres e, como se definiu num programa de TV em 2017, muito cedo na sua infância, era uma criança inconformada e remava contra a maré. O seu interesse pela psicologia e criminologia desenvolveu-se muito cedo na sua vida académica, quando, em 1993, participou de uma estadia em Londres, no âmbito do Programa Erasmus. Tendo concluído, em 1996, o grau em criminologia na Universidade de Cambridge, e, em 1999, o Doutoramento em psicologia social da Universidade de Roma-La Sapienza, Anna Costanza Baldry teve uma carreira académica de sucesso. Foi docente de psicologia social na Università Luigi Vanvitelli e professora na Universidade Lumsa. Em 2003, obteve uma bolsa de investigação Marie-Curie na Universidade Livre de Amesterdão com um projeto destinado a estudar métodos de prevenção da violência contra as mulheres.
Ler mais »»
 
MANIFESTO UMAR 8 MARÇO 2019: SE AS MULHERES PARAM, O MUNDO PÁRA!
manifesto-8 marco2019

A UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta apela à mobilização para a Greve Feminista Internacional do 8 de março, realçando o caráter simbólico desta greve.

Nós mulheres temos mil e uma razões para reclamar direitos e para lutar pela nossa liberdade e autonomia.

Tanto no passado como no presente, as mulheres foram e são as mais fustigadas pelos diversos sistemas de opressão e exploração. Por isso, denunciamos discriminações e diferentes formas de violência a que nos sujeitam, mostrando a força que nós, mulheres, podemos e devemos ter nas sociedades.
 
No dia 8 de março, ao quebrar as rotinas de todos os dias nas muitas e muitas tarefas que usualmente fazemos, quando saímos do trabalho,alterando quotidianos que nos são impostos socialmente e que limitam os nossos percursos de vida, desde a nossa idade mais precoce, é uma forma de dizer "Basta!" e de estarmos solidárias com as mulheres do mundo inteiro.

pdfManifesto (Versão integral) »»
 
7 DE MARÇO - DIA DE LUTO NACIONAL PELAS MULHERES ASSASSINADAS

TODAS/OS À RUA NO DIA 8 DE MARÇO

A UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta apela às mulheres e a todas as pessoas para que no dia 7 de março, dia de luto nacional pelas mulheres assassinadas, vistam uma peça de roupa preta. Trata-se de um ato simbólico de sensibilização da sociedade portuguesa para o flagelo da violência contra as mulheres, que tem de ser seguido de uma grande maré feminista que encha as ruas no dia 8 de março.

Consideramos que o 7 de março também deve servir para lembrar e defender as mulheres que ainda estão vivas, que continuam a sofrer situações de violência nas relações de intimidade e que necessitam que o sistema funcione quer em termos de não arquivamento das suas denúncias quer de medidas de proteção e de condenação efetiva dos agressores.

Ler mais »»
 
Relatório Anual Final do OMA/Observatório de Mulheres Assassinadas - 2018
A União de Mulheres Alternativa e Resposta - UMAR, dando continuidade ao trabalho que desenvolve no âmbito do Observatório de Mulheres Assassinadas - OMA apresenta o relatório final dos dados sobre o Femicídio Consumado e Tentado ocorrido em Portuga no período: 01 de Janeiro a 31 de Dezembro de 2018.

pdfRelatório Final OMA 2018 »»
 
QUI, 21 Fev, 18h // Lançamento do livro "Seminário Múltiplas Discriminações”
Apresentação Livro Múltiplas Discriminações 21022019-1Na próxima 5.ª feira, 21 de Fevereiro pelas 18h00 a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta lançará em Lisboa, no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR), a publicação "Seminário Múltiplas Discriminações".

Este livro reúne textos escritos por activistas, representantes associativas e investigadoras/es na área das múltiplas discriminações e interseccionalidades, recolhidos no decurso do projecto da UMAR "Memória e Feminismos: Múltiplas Discriminações" desenvolvido em 2018.

A apresentação estará a cargo da Presidente da CIG – Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, Teresa Fragoso, entidade financiadora deste projecto.
 
Estudo Nacional sobre a Violência no Namoro 2019 da UMAR
O Estudo Nacional sobre a Violência no Namoro 2019 foi uma iniciativa da UMAR no âmbito do Art'Themis+, projeto da UMAR de prevenção primária de violência de género no contexto escolar, apoiado pela Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Professora Doutora Rosa Monteiro. Foi lançado publicamente na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, no dia 14 de Fevereiro, Dia das/os Namoradas/os.

pdfEstudo Nacional - Violẽncia no Namoro 2019 da UMAR
 
Tomada de Posição de ONG’s face às declarações da Associação Sindical de Juízes sobre a baixa taxa de condenações nos casos de violência contra as mulheres referidas no relatório do GREVIO
Em Março de 2018, o comité de peritos do Conselho da Europa GREVIO visitou Portugal onde reuniu com governantes e ONG e efetuou visitas no terreno tendo sido publicado no dia 21 de Janeiro de 2019 o relatório de avaliação de Portugal sobre a aplicação da Convenção de Istambul (Convenção do Conselho da Europa para a Prevenção e o Combate à Violência contra as Mulheres e a Violência Doméstica).

Entre diversas outras situações, o relatório do GREVIO destaca com preocupação o extremamente baixo número de condenações por violência doméstica em Portugal face ao número de denúncias (7%).

As entidades abaixo subscritas vêm expressar a sua indignação face às declarações da Associação Sindical de Juízes, que apontou como motivos para a baixa taxa de condenações nos casos de violência contra as mulheres a dificuldade de prova e as falsas denúncias.
Ler mais »»
 
SÁB, 26 JAN às 15h00 // Mulheres excisadas em França: a reconstrução da genitália
mgf 26 JAN final 1

Esta sessão "Mulheres excisadas em França: a reconstrução da genitália" no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) vem na esteira de um longo percurso de intervenção da UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta nesta área específica e contará com a participação da activista francesa contra a mutilação genital feminina, Adia Sakira, que abordará a situação das mulheres submetidas a esta prática no contexto dos processos de reconstrução da genitália neste país.

Envolvida há mais de 10 anos em projectos de serviço social, animação e educação popular em França, Adia Sakira, acompanha jovens na construção de seu projecto profissional.

Também é activista sobre as questões da igualdade de género e no combate e prevenção da mutilação genital feminina. Faz parte da Associação «Excision, Parlons-en!» (Paris – França) http://www.excisionparlonsen.org/

A oradora falará em francês e haverá tradução em português. Entrada livre.
 
SÁB, 19 JAN, 17h30 no CCIF/UMAR // Lançamento de livro em homenagem à Prof.ª Lígia Amâncio
Lígia Amâncio

No sábado 19 de Janeiro às 17h30 no Centro de Cultura e intervenção Feminista (CCIF/UMAR) em Lisboa, será lançado o livro "Lígia Amâncio: o género como ação sobre o mundo" em homenagem à Prof.ª Lígia Amâncio.

Esta publicação é organizada por João Manuel de Oliveira e Conceição Nogueira, contando com capítulos de Jorge Correia Jesuíno, Teresa Joaquim, Maria do Céu da Cunha Rego, Maria do Mar Pereira, Manuela Tavares, Rosa Cabecinhas, Jorge Vala, António Manuel Marques, Abílio Oliveira, Maria Helena Santos, Fátima Rodrigues e Emília Fernandes. Edição do CIS-IUL.

Lígia Amâncio, aposentada desde 2018, foi Professora Catedrática do ISCTE, no Departamento de Psicologia Social e das Organizações.
Ler mais »»
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 7 de 26