facebook1

Importante

Se não quer que saibam que esteve neste site CLIQUE AQUI

Newsletter

Notícias e Comunicados

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

No sábado dia 12 de dezembro pelas 20h no restaurante Solar dos Bicos (ao lado da Casa dos Bicos) em Lisboa, vai realizar-se um jantar de abertura da comemoração dos 40 anos da UMAR.O preço por pessoa é de 15 euros (preço ...

nao assedio
14 de Fevereiro às 19h00 | A UMAR apoia o One Billion Rising em Lisboa
One Billion Rising 14022017

Lisboa junta-se ao movimento mundial One Billion Rising. A UMAR é uma das associações que se juntam a este evento organizado pelo colectivo GATA - Group for Activism and Transformation Through Art no dia 14 de Fevereiro pelas 19h00 no Centro LGBT na baixa de Lisboa (Rua dos Fanqueiros, 40).

One Billion Rising é a maior acção de massas para acabar com a violência contra as mulheres na história humana. A campanha, lançada no Dia dxs Namoradxs de 2012, começou como um apelo à acção baseado na estatística em que 1 em cada 3 mulheres no planeta será espancada ou violada durante a sua vida.

Levantamo-nos para dançar pelo fim da violência de género, especificamente contra a Exploração das Mulheres (tema da campanha de 2017).

Levantamo-nos para mostrar que estamos determinadas/os a criar um novo tipo de consciência - onde resistiremos à violência e lutaremos por um mundo mais igual!

A dança reclama o espaço, agita os corpos e a consciência individual e colectiva! http://www.onebillionrising.org/ #1billionrising
 
Violência no Namoro

Resultados Nacionais apontam a gravidade do problema

Conferência Imprensa

14 de fevereiro, terça-feira, às 12:00 - FPCEUP - Sala 119

A Violência no Namoro é uma problemática muito presente na vida dos/as jovens e que pode ter repercussões na vida adulta, pelo seu carácter intergeracional.

O último estudo da UMAR, que contou com uma amostra de cerca de 5500 jovens, apresenta dados preocupantes que serão divulgados na conferência de imprensa. Destacam-se, entre muitos outros: 24% considera normal partilhar fotos íntimas ou insultar através das redes sociais e 14% legitima a violência psicológica, havendo 19% de jovens que já foi vítima deste último tipo de violência.

No próximo dia 14 de Fevereiro às 12h00, na sala 119 da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, realizar-se-á uma Conferência de Imprensa sobre os dados mais recentes de Violência no Namoro da UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta.

Esta conferência de imprensa tem como objetivo divulgar os dados sobre vitimação e legitimação da Violência no Namoro, reafirmando a necessidade de um trabalho concertado no âmbito da prevenção.

Dada a relevância do estudo em apreço, esta conferência contará com a presença da Senhora Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Drª. Catarina Marcelino.

Este estudo nacional é subvencionado pela SECI - CIG.

Contactos:
Ana Teresa Dias
917 015 435

Margarida Teixeira
915 449 192

Ana Guerreiro
913 060 478
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 
ABORTO – Uma década após o referendo
logotipo umar transPassou o tempo em que milhares de mulheres morriam ou ficavam com a sua saúde destroçada nos corredores clandestinos a que estavam sujeitas as mulheres ao abortarem.

Passou o tempo em que mulheres eram julgadas em tribunal por terem abortado.

Foram mais de 30 anos de lutas, de avanços e retrocessos, passando por dois referendos até que, finalmente a 11 de fevereiro de 2007, Portugal cresceu civilizacionalmente permitindo a cada mulher a opção por uma interrupção de gravidez no Serviço Nacional de Saúde.

A Saúde Sexual e Reprodutiva das mulheres melhorou desde então e as interrupções de gravidez têm vindo a baixar, registando-se que mais de 95% das mulheres que recorrem ao aborto no SNS recorrem posteriormente a um método contracetivo.(dados da DGS)

Portugal situa-se abaixo da média europeia em relação à percentagem de IVG por cada 1000 nados vivos.

A conquista de há 10 anos mudou a vida das mulheres. Os medos, a exposição pública de casos em tribunal, a falta de autonomia nas suas decisões em relação à saúde reprodutiva foram marcas na vida de várias gerações de mulheres.

Contudo, esta conquista esteve em risco. Em julho de 2015, o governo PSD/CDS legislou contra a IVG introduzindo taxas moderadoras e outros obstáculos ao acesso das mulheres ao aborto nos serviços públicos de saúde, medidas estas que foram anuladas pela nova maioria parlamentar.

Existem ganhos inequívocos em matéria de Saúde Sexual e Reprodutiva em Portugal nos últimos anos. Mas estes ganhos implicam que se mantenha o esforço na formação de profissionais de saúde e de fortalecimento dos programas de educação e de promoção da saúde sexual e reprodutiva, num programa nacional, que passe por escolas, centros de saúde, hospitais e outras instituições.

A UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta saúda neste décimo aniversário do referendo em Portugal todas as mulheres e homens que se envolveram nesta luta prolongada para que as mulheres em Portugal conquistassem o direito a interromper uma gravidez não desejada em condições de dignidade e segurança.

A Direcção da UMAR
Fevereiro de 2017
 
A 6 de Fevereiro, a UMAR co-promove o 2.º Encontro Regional para uma Intervenção Integrada pelo Fim da MGF
CartazA3.21No próximo dia 6 de Fevereiro de 2017 - Dia Internacional de Tolerância Zero à Mutilação Genital Feminina (MGF) realizar-se-á em Sintra entre as 9h00 e as 18h00, o 2.º Encontro Regional para uma Intervenção Integrada pelo Fim da MGF, no Centro Cultural Olga Cadaval (Auditório Acácio Barreiros). Este encontro, foi promovido por diversas entidades, entre as quais, a UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta.

As Inscrições são gratuitas mas obrigatórias. Para inscrição, basta preencher o seguinte formulário, aqui: http://bit.ly/2kBl6DE






Ler mais »»
 
II European Conference on Domestic Violence
II ECDV 2017 2O II European Conference on Domestic Violence decorre na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto entre 6 e 9 de setembro de 2017. Depois do sucesso da I Conferência Europeia de Violência Doméstica, esta segunda edição resulta de uma colaboração entre a FPCEUP, a UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta, e a APAV - Associação Portuguesa de Apoio à Vítima.

A submissão de artigos está aberta até 15 de fevereiro de 2017. Para mais informações consultar: http://www.fpce.up.pt/iiecdv/ .
 
Os Direitos Reprodutivos são Direitos Humanos! A UMAR contra a Lei da Mordaça aprovada pela administração de Donald Trump

gag

A UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta junta-se ao movimento internacional de entidades não governamentais, que se juntaram em condenação da polémica Lei da Mordaça (Global Gag Rule) que o Presidente Donald Trump restabeleceu logo no primeiro dia útil da sua governação.

Esta política conservadora foi primeiramente adoptada pela presidência de Ronald Reagan mas revogada durante a presidência de Barack Obama.

A Lei da Mordaça de Trump, interdita o recebimento de financiamento dos EUA por todas as organizações internacionais que trabalhem na área do planeamento familiar, caso o aborto esteja entre as suas preocupações informativas ou de assistência (mesmo em países em que a sua prática seja legal e institucionalizada).

Ler mais »»
 
Sábado 28 de Janeiro às 10h // A UMAR Coimbra promove Acção de Capacitação
promovendo igualdade

O Projecto conjunto da UMAR Coimbra e UMAR Viseu, CAMI - Capacitar para Melhor Intervir Localmente, promove uma 2.ª acção de capacitação sobre Igualdade de Género que decorrerá em Coimbra, no sábado 28 de Janeiro às 10h00.

A acção será dinamizada por Manuela Tavares, membro da direcção da UMAR, Doutorada em Estudos sobre as Mulheres pela Universidade Aberta; investigadora no CEMRI (Centro de Estudos das Migrações e Relações Interculturais) e no CIEG (Centro Interdiscipinar em Estudos de Género) do ISCSP-UL.

Inscrições gratuitas através do email: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .
 
UMAR Madeira apresenta no Funchal o seu novo Projecto "Promovendo a Igualdade"
promovendo igualdade 1
A UMAR Madeira realizou a 21 de Janeiro às 15h30 no Funchal, uma sessão aberta à população sobre a história dos direitos das mulheres como direitos humanos e em que apresentou o novo projecto "Promovendo a Igualdade" financiado pela SECI. Este projecto iniciou-se este mês e terá a duração de um ano. Espalhando mais os feminismos na ilha da Madeira!

promovendo igualdade 2
 
Apoio e adesão da UMAR às Marchas de Mulheres de Braga, Porto, Coimbra e Lisboa em solidariedade com a Women's March on Washington
15941107 637185749806606 5510719397964144755 n

A UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta é uma das entidades que apoia "A Marcha das Mulheres", que decorrerá simultaneamente em Portugal nas cidades de Braga, Porto, Coimbra, Lisboa, Faro e Angra do Heroísmo no SÁBADO, 21 de JANEIRO ÀS 15H00, integrando a iniciativa internacional Women's March on Washington.

Estão a ser organizadas acções neste dia em cerca de 300 cidades de 32 países do mundo.

A Marcha das Mulheres em Portugal apoia os movimentos sociais que se estão a organizar nos Estados Unidos da América para fazer frente à nova conjuntura política, protagonizada pela voz de Donald Trump, que põe em causa direitos humanos universais e que terá repercussões históricas mundiais. Também na Europa e na América Latina assistimos ao crescimento da extrema direita e de movimentos racistas, xenófobos, misóginos, chauvinistas e sexistas.

Pela interseccionalidade das lutas, contra todas as formas de opressão e exploração, na rua no dia 21 de Janeiro de 2017. Movimentos sociais e organizações políticas, todas e todos juntas/os: movimentos Anti-Racistas, Feministas, AntiCapitalistas, LGBTQ+, Justiça Climática e Ambientalistas, Anti- Fascistas, Refugiados e Imigrantes, Contra a Precariedade no Trabalho e Sindicatos, Direitos das pessoas em situação de exclusão social e económica, Movimentos Estudantis juntam-se para responder a uma iniciativa mundial #nãosejastrump.
15578277 1369269589752983 7266014095515548685 o

Organizações, movimentos sociais e partidos juntam-se para responder a uma iniciativa internacional #nãosejastrump.

Evento da Marcha das Mulheres BRAGA:
https://www.facebook.com/events/661938463977755/

Evento da Marcha das Mulheres PORTO:
https://www.facebook.com/events/1960665907493895/

Evento da Marcha das Mulheres COIMBRA:
https://www.facebook.com/events/396803613988924/

Evento da Marcha das Mulheres LISBOA:
https://www.facebook.com/events/1829222877366815/
 
MMM e UMAR Coimbra organizam Acção Portuguesa de Solidariedade com as Mulheres Curdas
15940601 1815995378673654 5915241176890188947 n

No dia 9 de Janeiro de 2017 em Coimbra, a Marcha Mundial Mulheres Portugal e o núcleo da UMAR Coimbra organizaram uma acção portuguesa de solidariedade com as activistas curdas assassinadas enquanto lutavam pelos direitos do seu povo e das mulheres curdas, incluída numa iniciativa de âmbito internacional lançada pelo KJA. Foi também um dia para homenagear todas as mulheres que lutam pelos valores democráticos e pela liberdade. Seguiremos em MARCHA, até que todas sejamos livres!!!!
 
Boas Festas da UMAR | Happy Holiday Season from UMAR
Votos de Boas Festas 2017  UMAR

A UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta deseja a todas/os boas festas e um 2017 feminista!

Our organization, UMAR Women's Association Alternative and Response joins in wishing you a Happy Holiday Season and a feminist 2017!
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 4 de 11