facebook1  instagram-logo1

Newsletter

Notícias e Comunicados

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

No sábado dia 12 de dezembro pelas 20h no restaurante Solar dos Bicos (ao lado da Casa dos Bicos) em Lisboa, vai realizar-se um jantar de abertura da comemoração dos 40 anos da UMAR.O preço por pessoa é de 15 euros (preço ...

nao assedio


livro-reclamacoes-170x70-1
8 DE MARÇO UM GRITO DE REVOLTA PELA DEFESA DA PAZ E DA NOSSA CASA COMUM - O PLANETA TERRA
No dia 8 de março a UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta vai estar nas marchas e manifestações contra todo o tipo de discriminações, na luta contra o machismo, o racismo, a lesbofobia, solidarizando-se com as mulheres de todo o mundo, na greve feminista e em todas as ações que defendam os nossos direitos.

Insurgimos-nos contra a guerra e a invasão da Ucrânia e contra este sistema de guerra permanente em que vivemos, com conflitos localizados em regiões que são sacrificadas em prol da acumulação de poder por parte das superpotências. Como tem acontecido em muitos outros lugares do mundo, são sempre os povos, especialmente as mulheres, as pessoas LGBTQIA+, racializadas, as crianças e as pessoas mais velhas quem mais sofrem, devido ao mesmo sistema patriarcal que manda os homens para as guerras e que os mata. O mesmo sistema legitimado pela NATO, que vê nesta guerra uma oportunidade para se reforçar e para defender a corrida ao armamento, cujos gastos serão pagos por todas e todos nós. Bem sabemos que aqui não há "maus", nem "bons" mas sim interesses políticos, militares e económicos que são colocados à frente de vidas humanas e da vida do planeta.
Ler mais »»
 
MANIFESTO FEMINISTA - LEGISLATIVAS 2022
Aproximam-se as eleições legislativas, um momento importante para que todos os partidos políticos democráticos se comprometam com medidas para uma efetiva Igualdade de Género e de luta contra as várias formas de violência e todo o tipo de discriminações.

Alguns direitos e medidas já se encontram estabelecidas no ordenamento jurídico português, porém não são, muitas vezes, aplicadas na íntegra ou não se refletem nas práticas sociais e institucionais.

Nos últimos anos, vários Planos de Ação pela Igualdade e contra a violência doméstica e de género, assim como a atual Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação (ENIND) 2018-2030 – Portugal + Igual, têm traçado um conjunto de medidas importantes para alcançar a igualdade. Contudo, a sua aplicação ainda carece de uma efetiva lente interseccional que tenha em conta diferentes pertenças das pessoas, no que toca ao género, à raça, à etnia, à classe, à idade, à orientação sexual, à identidade e expressão de género, à diversidade funcional, à origem/nacionalidade, entre outras, e que as coloca em diferentes posições/níveis de privilégio e opressão.

A situação de pandemia prolongada em que temos estado mergulhadas/os, tem trazido consequências penosas para a vida das mulheres, na sua multiplicidade de situações e discriminações. Estas consequências vão prosseguir, sendo, por isso, fundamental que, nas diversas áreas sociais, económicas e culturais se tracem medidas que tenham em consideração esta realidade, assim como as formas de combater as vozes neofascistas e negacionistas que se procuram instalar na sociedade.

pdfVersão Integral »»
 
Observatório de Mulheres Assassinadas - Dados 2021
A União de Mulheres Alternativa e Resposta - UMAR, dando continuidade ao trabalho que desenvolve no âmbito do Observatório de Mulheres Assassinadas - OMA apresenta o relatório final dos dados sobre os femicídios e assassinatos de mulheres (consumados e tentados) ocorridos em Portugal no período entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2021.

Entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2020 foram 25 mulheres assassinadas, tendo sido 14 vítimas de femicídios e 11 mulheres assassinadas noutros contextos.
No que diz respeito às tentativas, contabilizaram-se em 2021, 58 tentativas de assassinato, sendo destas 43 tentativas de femicídios e 15 tentativas de assassinatos noutros contextos.

RELATÓRIO FINAL 2021
(1 de janeiro a 31 de dezembro de 2021)
 
 
Manual de Boas Práticas para Profissionais no Atendimento a Vítimas de Violência Sexual do projecto VIVA da UMAR
Imagem Atendimento


O presente Manual de Boas Práticas para Profissionais no Atendimento a Vítimas de Violência Sexual surge no âmbito do Projecto VIVA - Vê, Informa-te, Vai e Age financiado pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE), região Norte, tipologia de intervenção 3.16 - Apoio financeiro e técnico a organizações da sociedade civil sem fins lucrativos, gerido pela UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta e decorre da necessidade sentida de trabalhar a prevenção da violência sexual.

Pretende constituir-se como uma referência de boas práticas e é especialmente dirigido a profissionais das várias áreas que podem contactar com vítimas de violência sexual, tanto no atendimento como no apoio.
 
 
MEMÓRIAS DE FUNDADORAS
#45anosUMARfeminismos

Na sequência da publicação de entrevistas feitas às co-fundadoras da UMAR, integradas no ciclo Memórias de Fundadoras, no âmbito da celebração do 45º aniversário da nossa Associação, partilhamos em baixo as entrevistas realizadas a Manuela Tavares, Rosa Custódio e Guida Vieira.

#3 Manuela Tavares entrevistada por Inês Coelho

manuelatavares

Ver aqui: https://youtu.be/2AF0rU4atYA

#4 Rosa Custódio entrevistada por Janica Ndela

rosacustodio

Ver aqui: https://youtu.be/_mM8EVgq7oQ

#5 Guida Vieira entrevistada por Maria Francisca Ferreira

guidavieira

Ver aqui: https://youtu.be/iIr0ooVKnUI
 
Observatório de Mulheres Assassinadas Dados 2020
A União de Mulheres Alternativa e Resposta - UMAR, dando continuidade ao trabalho que desenvolve no âmbito do Observatório de Mulheres Assassinadas - OMA apresenta o relatório final dos dados sobre os assassinatos e femicídios (consumados e tentados) ocorridos em Portugal no período entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2020.

Entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2020 foram 35 mulheres assassinadas, tendo sido 19 vítimas de femicídio em contexto de relações de intimidade e 16 mulheres assassinadas noutros contextos (nomeadamente na sequência de desavenças por questões financeiras, conflitos com vizinhança ou na sequência de assaltos).

No que diz respeito às tentativas, contabilizaram-se em 2020, 57 tentativas assassinato, sendo destas 50 tentativas de femicídios nas relações de intimidade e 7 tentativas de assassinato de mulheres noutros contextos.

pdfRelatorio Final »»

Dados preliminares 2020


Entre 1 de janeiro e 15 de novembro de 2020 foram 16 as mulheres vítimas de femicídio em contexto de relações de intimidade, e 14 as mulheres assassinadas noutros contextos (nomeadamente na sequência de desavenças por questões financeiras, conflitos com vizinhança ou na sequência de assaltos).

No que diz respeito às tentativas, contabilizaram-se, até agora em 2020, 43 tentativas de femicídios nas relações de intimidade e 6 tentativas de assassinato noutros contextos.

pdfInfografia dados preliminares 2020 »»

Femicídios em Portugal durante a pandemia COVID 19

Considerando o período pandémico que vivemos, e o enorme impacto que sabemos ter na vivência das mulheres vítimas de violência doméstica, o Observatório das Mulheres Assassinadas analisou separadamente os femicídios durante o período de confinamento. Assim, no relatório "Femicídios em Portugal durante a pandemia COVID 19", analisaram-se os dados de femicídios, tentativas de femicídios e ameaças de morte publicadas nos media entre os meses de março e maio 2020. Este relatório está disponível em Português e Inglês.

pdfFemicídios em Portugal durante a pandemia COVID-19 »»

pdfFemicide in Portugal during the COVID-19 pandemic »»
 
MEMÓRIAS DE FUNDADORAS #45anosUMARfeminismos
No âmbito da celebração do 45º aniversário da UMAR, fundada em 12 de Setembro de 1976, iniciámos um ciclo de entrevistas intitulado Memórias de Fundadoras da UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta.

analiatorres

A primeira destas entrevistas foi realizada no dia 12 de Setembro a Anália Torres, co-fundadora da UMAR. A entrevista foi conduzida pela actual Presidente da UMAR, Liliana Rodrigues.

https://youtu.be/J9y25Q3of4Y

idalinarodrigues

Dia 16 de Setembro Carolina Moreira, da UMAR Coimbra e membro da Direção entrevistou Idalina Rodrigues, médica, co-fundadora e Vice Presidente da UMAR (2021-2024).

https://youtu.be/eWrk7qnzQkk

As próximas entrevistas serão disponibilizadas brevemente e à medida que se forem realizando.

 
Nota de pesar Prof. Lourdes Bandeira
Prof. Lourdes
Créditos da fotografia: https://bazardotempo.com.br/1590-2/


A UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta, vem a público manifestar o profundo pesar pelo falecimento, no dia 12 de setembro de 2021, da companheira de luta, socióloga e professora, Lourdes Maria Bandeira.

A Professora Lourdes Bandeira, natural do Estado do Rio Grande do Sul, é uma das grandes referências brasileiras na luta pelos direitos das mulheres e pelo combate à violência de género. Durante os seus mais de quarenta anos de docência no Ensino Superior, maioritariamente na UNB – Universidade de Brasília, a professora Lourdes Bandeira desenvolveu e orientou importantes trabalhos sobre a temática, tendo sido a sua contribuição fundamental para a visibilização do fenómeno do femicídio no Brasil. Lourdes Bandeira, que desempenhou funções de Secretária Adjunta da Secretaria de Políticas para Mulheres do Governo Federal entre 2012 e 2015, era também coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas da Mulher e membro do Conselho de Direitos Humanos da Universidade de Brasília. Durante o seu segundo pós-doutoramento, realizado na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, a UMAR teve a honra de poder contar, de forma ainda mais direta, com o trabalho e as reflexões da Professora Lourdes durante o tempo de estada em Portugal, e o seu contributo será para sempre lembrado.

Em memória desta caminhada brilhante, de uma mulher à frente do seu tempo e de imensa coragem, nós continuaremos a luta. Obrigada, querida Lourdes, por ter sido e por continuar a ser uma das nossas inspirações.
Sentidos cumprimentos a todos/as os/as familiares e amigos/as.

Créditos da fotografia: https://bazardotempo.com.br/1590-2/

 
Sessão online Representação e Imagem nas Mulheres +65
Cartaz Idade 2 final

No dia 29 de junho às 18h, realizar-se-á a tertúlia online "Representação e Imagem das Mulheres com mais de 65 anos", o primeiro evento público do novo projeto da UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta 'A Idade e o Género. Até onde vai o Preconceito?', que conta com o apoio financeiro da pequena subvenção da CIG - Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género.

Com o intuito de desvelar e refletir do ponto de vista feminista a problemática do envelhecimento, esta sessão e as próximas, procurarão quebrar algum silenciamento sobre esta questão, denunciando preconceitos idadistas e sexistas que recaem sobre as mulheres mais velhas. Para tal, contaremos com as intervenções das convidadas Ana Maria Pessoa (Professora na ESE de Setúbal), Cristina L. Duarte (investigadora em género e moda) e São José Lapa (atriz e encenadora)

Dados de acesso: Link do Zoom: https://zoom.us/s/99017572930 | ID da reunião: 990 1757 2930 | Senha de acesso: 133073

 
Relatório de Contas 2020
pdfBalancete Razão 30-12-2020

pdfBalancete Razão 31-12-2020

 


 
Órgãos Sociais

ÓRGÃOS SOCIAIS DA UMAR PARA 2021/2024

DIREÇÃO

PresidenteLiliana Graciete Fonseca Rodrigues – Investigadora e Psicóloga (Braga).
Ass. nº 202

Vice-PresidenteMaria José de Sousa Magalhães – Professora (Porto).
Ass. nº 124

Vice-PresidenteMaria Idalina Ribeiro Pinto Mourão Rodrigues – Médica (Lisboa).
Ass. nº 15

SecretáriaJoana Sales de Campos Vieira – Técnica de projetos (Lisboa).
Ass. nº 126

Responsável Financeira – Maria Manuela Paiva Fernandes Tavares – Professora (Almada).
Ass. nº 22

Ler mais »»
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 2 de 26