Marcha Mundial das Mulheres - um movimento irreversível

Nota de imprensa


Porto Alegre, 30 de Janeiro de 2005 – As mulheres da Marcha Mundial das Mulheres tiveram uma presença activa durante o 5º Fórum Social Mundial que decorreu entre 26 e 31 de Janeiro de 2005. A Marcha apresentou a Carta Mundial das Mulheres para a Humanidade para construir um mundo baseado na Igualdade, na Liberdade, na Solidariedade, na Justiça e na Paz.

Durante este Fórum, a Marcha Mundial das Mulheres organizou:
- Uma Assembleia durante a qual apresentou as acções que vai organizar em 2005;
- Um debate sobre Feminismo e Movimento Altermundialista
- Um atelier sobre Feminismo, Paz e Desmilitarização

Estas actividades foram seguidas por inúmeras mulheres dos diferentes países presentes no Fórum. Estiveram presentes delegadas da Marcha provenientes do Brasil, da Argentina, da Bolívia, do Chile, da Colômbia, do Equador, do México, do Peru, do Québec, de Salvador, de França, da Itália, de Portugal, da Suíça.

A Marcha Mundial das Mulheres participou igualmente em numerosas actividades e campanhas organizadas por outros movimentos e redes, nomeadamente no Laboratório de Acções Feministas que decorreu no Acampamento da Juventude, onde propôs análises e acções contra a violência sexista, a mercantilização do corpo e da vida das mulheres e a favor do direito ao aborto.

Em todos os debates, a Marcha traz uma visão feminista e crítica do mundo, denunciando o patriarcado e o capitalismo que são fontes de opressão, de dominação, de exclusão. A Marcha luta por impor uma revolução feminista contra a “mundialização machista”.

A Carta será acompanhada de acções que irão desenrolar-se entre o 8 de Março e o 17 de Outubro de 2005. Durante este período, a Carta passará por 53 pontos do mundo, da América Latina à América do Norte, passando pela Europa, a Ásia, a Oceânia, o mundo árabe, a África e as mulheres organizarão actividades em todas as regiões do mundo. O lançamento desta Carta mundial terá lugar no dia 8 de Março de 2005 em S. Paulo, no Brasil, sendo o local de chegada a cidade de Ouagadougou, no Burkina Faso, a 17 de Outubro de 2005. Durante este percurso, as mulheres destes diferentes países irão construindo uma Manta que acompanha a Carta, a qual reflectirá os valores que estão na base da Carta. A 17 de Outubro haverá uma acção mundial – as 24 Horas da Solidariedade Feminista.
A Marcha Mundial das Mulheres é uma rede mundial de acções feministas que reúne 5.500 grupos de mulheres de 163 países e territórios. A Marcha Mundial das Mulheres luta pela Eliminação da Pobreza e da Violência contra as Mulheres

Contactos em Portugal:
- AJP – www.ajpaz.org.pt – Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar – (T) 239-642815
- ILGA – http://ilga-portugal.oninet.pt/ – Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar 21 887 39 18
- UMAR – Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar – (T) 21886709