Ana Paula Canotilho de Seixas (Coimbra 1961 – Maputo 2019)

Ana Paula Canotilho-1

É com choque, incredulidade e muito pesar que recebemos esta manhã a notícia de que Ana Paula Canotilho Seixas, nossa associada há quase duas décadas e actual membro da direcção da UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta. Faleceu vítima de um enfarte em Maputo, onde vivia há um ano.

Ana Paula Canotilho era artista, professora, investigadora, dirigente feminista na UMAR, dirigente sindical (no Sindicato de Professores do Norte e membro do Conselho Nacional da CGTP) e membro do Bloco de Esquerda (tendo sido dirigente nacional e distrital).

Como professora de Educação Visual trabalhou durante décadas em escolas do distrito do Porto e, desde o ano lectivo 2018-2019 que leccionava na Escola Portuguesa de Moçambique, em Maputo.



A educação era uma das suas maiores paixões, tendo deixado um legado inconfundível nessa área. Tanto a nível profissional, sindical, académico e activista.

Foi uma associada que teve um papel crucial no desenvolvimento da metodologia e trabalho da UMAR na área da prevenção da violência de género nas escolas, no início/meados dos anos 2000. Devemos-lhe muito neste seu empenho (e noutros outros também) que proporcionou a solidez, a importância e o alcance que esta área do género e educação têm na nossa associação.

Foi durante vários biénios, foi eleita membro da direcção da UMAR tendo participado activamente em momentos-chave da associação, como no seu trabalho pioneiro nas escolas; no desenvolvimento de metodologias de prevenção da violência e intervenção artística na educação (como na co-autoria do livro da UMAR "Gostar de Mim, Gostar de Ti, Aprender a Prevenir a Violência de Género" e de recentes projectos); no artivismo feminista; na co-organização de Seminários e do Congresso Feminista de 2008 da UMAR; na homenagem à Fina D'Armada; na sua colaboração artística para leilões de obras de arte solidárias com a nossa associação, entre outros.

Academicamente, obteve o Bacharelato do Curso Superior de Desenho, na Escola Superior Artística do Porto, em 1994, tendo concluído a licenciatura em Design Industrial, na Escola Superior de Artes e Design de Matosinhos, em 1997. Era Mestre e Doutora em Ciências da Educação pela FPCE da Universidade do Porto, com uma tese sobre Arte e Violência de Género. Era investigadora integrada do CIEG - Centro Interdisciplinar de Estudos de Género do ISCSP-UL.

Para esta notícia de pesar da UMAR escolhemos 3 fotografias, 2 de rosto da Ana Paula e a 3.ª que a própria escolheu, para ilustrar o seu testemunho no livro "UMAR: Construindo os Feminismos. Desafiando o Futuro" de uma acção com alunas/os na Escola Secundária do Cerco no Porto. O seu artigo de testemunho de activismo na UMAR intitula-se "UMAR pioneira na prevenção da violência".

Querida Ana Paula Canotilho, não te esqueceremos nunca! Fazes-nos muita falta!

As nossas mais sentidas condolências à família e amigas/os.

A Direcção da UMAR

Lisboa, 26 de Outubro de 2019